Entrevista com Pablo Pies – Mesatenista da Nova Era


Com apenas 15 anos ele venceu o TOP 16 Gaúcho de 2014 e ganhou um dos prêmios de destaque daquele ano. Logo depois, passou por um período de treinamento no CT da Associação Nova Era de Bauru, em São Paulo e durante os treinos foi convidado a ficar e ser um dos integrantes da equipe. Pablo embarcou em fevereiro desse ano para Bauru, em busca de aprimorar seu nível técnico e participar de mais competições nacionais.

Pablo chegou quarta-feira em São Leopoldo, vai passar as festas de fim de ano com a família e matar a saudade dos amigos e familiares. Aproveitamos a oportunidade para realizar uma entrevista com o mesatenista e saber como foram suas experiências durante a temporada em Bauru:

FTMRS - Como foi a tua chegada ao novo clube? Mora sozinho ou com outros companheiros de equipe?

Pablo - Fui muito bem recebido, e moro com outros dois atletas que vieram de outros estados, mais um técnico e a esposa dele.

FTMRS - Como é a estrutura do CT? O que o clube oferece aos atletas?

Pablo - É o segundo melhor clube do Brasil, lá temos mesas tibhar importadas e stag, que são usadas em torneios internacionais. Além disso, temos fisioterapia, massagista, preparador físico especializado na área do tênis de mesa, academia, psicóloga e nutricionista. É o único clube com essa equipe multidisciplinar, em outros tu tens que pagar por fora para ter todos esses auxílios.

FTMRS – Como é a tua rotina diária? Em quais turnos treina e estuda?

Pablo - Estudo a noite, pois treino de manhã e a tarde. O treino físico depende muito da época do ano, lá é tudo esquematizado, às vezes focamos mais em um determinado torneio, então trabalhamos mais ainda a parte física quando este torneio se aproxima.

FTMRS - Quais foram os principais resultados e conquistas que conseguiu na temporada?

Pablo - Perdi nas quartas de final do brasileiro de equipes e oitavas de final do individual.

Fui campeão dos jogos da juventude de SP e segundo lugar numa etapa do Rating E nacional.

FTMRS – Ao sair do RS tu estavas no Rating G nacional, e agora alcançou o Rating C, como tu explicas essa evolução tão grande em tão pouco tempo?

Pablo - Acho que o ponto principal dessa questão são os meus técnicos, são muito profissionais, muito qualificados, e junto com essa maravilhosa equipe multidisciplinar e com todo o apoio necessário não tem como não evoluir.

FTMRS – O que o ano de 2015 representou para ti? Algum acontecimento foi especial ?

Pablo - Acredito que foi um ano bem importante na minha vida, pois estou aprendendo muito não só no tênis de mesa, mas como pessoa, pois viver longe dos pais é uma experiência diferenciada. O simples fato de terem me escolhido para fazer parte da equipe já foi muito especial, sou muito grato aos companheiros da Nova Era.

FTMRS – Qual a expectativa para 2016?

Pablo - Tenho certeza que vai ser muito melhor do que 2015 e vou continuar treinando firme todos os dias para final do ano tentar uma vaga na seleção brasileira.




36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Lançamento de Termo de Abertura do Plano de Ações da FTMRS

O desenvolvimento do tênis de mesa no Estado do Rio Grande do Sul sempre foi o objetivo da FTMRS. O planejamento das ações é fundamental para que as mesmas obtenham êxito na busca de atingir os seus o