Victória Strassburger de projeto social para liderança do ranking e Seleção Brasileira

Alguns atletas destacam-se pela dedicação e vontade durante os treinos, outros possuem talento natural, uma aptidão para a modalidade que praticam e há aqueles que treinam com o famoso "brilho nos olhos" e se juntarmos todas essas caraterísticas, qual o resultado? Victória Strassburger (Acenb-Ivoti) é a soma de todos esses fatores citados, uma menina extremamente compenetrada, educada e humilde.

Em apenas dois anos, Vicky conquistou diversos títulos em nível estadual e também nacional, como Copa Brasil Sul-Sudeste I em São Paulo, SP 2019, campeã do rating F; Copa Brasil Centro-Norte-Nordeste I em Brasília, DF 2019, 2º lugar rating D e 3º juvenil feminino; Copa Brasil Sul-Sudeste II 2019, em Maringá, PR, campeã rating D e 2º lugar infantil feminino. Mais recentemente a gaúcha foi campeã infantil feminino, 2º lugar juvenil feminino e 3º lugar rating A na Super Copa Brasil Centro-Norte-Nordeste II, em Cuiabá, MT, de 26 a 29 de setembro de 2019, com esses resultados conseguiu a liderança do ranking nacional infantil feminino. Confira uma breve entrevista com a atleta Victória Strassburger: 1-Como descobriu a modalidade e quando começou a jogar?

Desde cedo me interessei pela área esportiva. Iniciei jogando futebol, porém me afastei do esporte após uma sequência de três fraturas de tíbia. Tive meu primeiro contato com o ping-pong na escola, nos intervalos de aula, aos 11 anos. Gostei da brincadeira e ingressei em um projeto social da Prefeitura Municipal de Ivoti, chamado PLUG, onde tinha uma aula semanal de tênis de mesa, de aproximadamente 1 hora, com o professor Jorge Fanck, que me convidou para participar dos treinos noturnos com o professor Paulo Tanaka, na Colônia Japonesa de Ivoti, em maio de 2017.


2-Quem é o teu ídolo no esporte?

Eu não tenho só um ídolo no esporte, tento me inspirar em vários jogadores. Gosto muito de ver jogos do Quadri Aruna, pois ele joga sempre com muita raça independente do placar. Também gosto de assistir jogos do Xu Xin e Wu Yangchen, ambos são chineses e jogam classineta.


3-Qual foi a tua conquista mais emocionante na modalidade?

Sem dúvidas minha conquista mais emocionante foi a do Rating D, na Copa de Maringá. Eu fui pra lá sem muitas expectativas, sabendo que iria jogar com adversárias bem fortes e inclusive com uma menina que é seleção brasileira mirim logo nas oitavas de final. Consegui chegar até a final e me consagrar campeã ganhando da Melissa Arakaki. Esta conquista me fez acreditar que eu podia alcançar muito mais do que eu imaginava e me fez seguir firme nos treinamentos e demais torneios.


4-Quais são os próximos objetivos como atleta?

No primeiro momento estou focando nos Jogos Escolares da Juventude em Blumenau, que acontecerão em Novembro. Depois vou para o brasileiro, buscar bons resultados, e com isso tentar uma vaga para a seletiva da seleção brasileira infantil. Nesta seletiva sei que o nível vai ser bem forte e que a peleia vai ser grande, mas esse sempre foi o meu grande objetivo! Estou dando o meu máximo, então por que não pensar em sul-americanos e mundiais?

Conto com o apoio e torcida de todos! Ao final da entrevista descobrimos mais um grande feito obtido pela jovem mesa-tenista: a convocação para defender a Seleção Brasileira Escolar nos Jogos Sul-Americanos Escolares, em Assunção no Paraguai entre 30 de novembro e 7 de dezembro. A Federação parabeniza Victória Strassburger por ter alcançado tantas conquistas importantes e históricas para o tênis de mesa gaúcho, saudamos também todos os envolvidos nessa trajetória de sucesso, desejamos muito sucesso e sabemos que essa caminhada ainda vai render muitas alegrias para o esporte no Rio Grande do Sul.

0 visualização

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS FEDERAÇÃO ESPORTIVA E PARADESPORTIVA DE TÊNIS DE MESA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL