Cachoeirinha é um dos novos pólos de tênis de mesa do RS



Nesse ano o tênis de mesa começou a ser praticado na cidade de Cachoeirinha, segundo Luis Cândido Garcia Silveira, o objetivo principal foi de comprar a mesa para reunir amigos e desenvolverem juntos algo relacionado ao esporte. Cândido, como é mais conhecido, joga pingue pongue há 48 anos e conta que em 2013 começou a jogar tênis de mesa em um campeonato promovido pelo Sesi de Cachoeirinha. Desde então, apaixonou-se pela modalidade.

Os mesa-tenistas do município se reúnem para bater uma bolinha de forma esporádica, o grupo conta com 15 a 20 participantes assíduos, que combinam os horários de treino através de um grupo no Whatsapp. Os jogos ocorrem na sociedade Sacwin, na Rua Bonifácio Carvalho Bernardes 233, no Bairro Carlos Antônio Wilkens.

Segundo Cândido, esse novo local para praticar tênis de mesa é importante pois agrega pessoas interessadas no esporte que residem na cidade, além de ser prático para moradores de Alvorada e Gravataí, cidades próximas. A ideia é promover um torneio para arrecadar fundos e investir na compra de mais uma mesa para melhorar a estrutura dos treinos.

O projeto ainda conta com outros incentivadores que já possuem certa experiência no tênis de mesa, como Luis Lima Pitin, Jefferson Vivian e Marcelo Benites de Lima. Todos os três são atletas federados e auxiliam nos treinamentos sempre que possível. "Há muitos anos sou voluntário no tênis de mesa, já fiz projetos em várias escolas públicas e quando se apresentou oportunidade de formar um grupo em Cachoeirinha junto com Cândido, Marcelinho e Jefferson, topei a ideia. E no clube colocamos uma mesa para incentivar nosso esporte, temos uma de tênis de mesa e cinco de pingue pongue. Começamos com 3 ou 4 e já somos uns 20. E a cada dia aparece gente nova querendo saber o que é o tênis de mesa. Já temos participante de 7 anos ate idade ilimitada como eu. Eu acho que estamos no caminho certo de divulgação!" comenta Pitin.

Marcelo Benites de Lima, um dos melhores jogadores de pingue pongue do RS e mesa-tenista destaque de 2017, reforça a importância desse pólo para agregar novos praticantes. Marcelo afirma que vai levar a mesa que tem em casa para o clube e o objetivo é tentar colocar três mesas para os treinos. "Antes eu precisava me deslocar até São Leopoldo ou Porto Alegre, agora posso treinar na minha cidade. Com os treinos teremos novos adeptos da modalidade, seja em caráter competitivo ou de lazer e que também estarão adquirindo benefícios para a saúde. Além disso, o tênis de mesa é importante pela inserção social, durante os treinos conhecemos pessoas novas e o esporte nos presenteia com amigos. Outra característica muito legal desse esporte é que ele não requer biotipo específico, crianças, jovens, adultos e idosos podem praticar no mesmo nível, basta se dedicar para desenvolver aos poucos os fundamentos e evoluir!" diz Jefferson Vivian, técnico da Associação Atlética das Ciências Agrárias da UFRGS.

A FTMRS parabeniza o grande incentivador, Luis Cândido e os demais fomentadores do esporte pela iniciativa, que o tênis de mesa em Cachoeirinha tenha bastante sucesso e cresça cada vez mais!

#tênisdemesagaúcho #Cachoeirinha #Pitin #MarceloBenitesdeLima #LuisCândidoGarcia #JeffersonVivian

240 visualizações

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS FEDERAÇÃO ESPORTIVA E PARADESPORTIVA DE TÊNIS DE MESA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL