TODOS OS DIREITOS RESERVADOS FEDERAÇÃO ESPORTIVA E PARADESPORTIVA DE TÊNIS DE MESA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

Especial Ano Olímpico – Matheus Remus


Nome: Matheus Remus Empunhadura: Clássica Clube: Sogipa

1- Quando começou a prática do tênis de mesa? Por qual motivo?

Comecei a prática do esporte desde que era bem pequeno, jogando sempre quando podia em hotéis, com meu pai e amigos, e na escola com colegas. Porém, eu praticava o Ping-Pong. Quando meu pai me deu uma mesa , a partir daí comecei a ficar fascinado pelo esporte. Depois de algum tempo , no segundo semestre de 2012, meu pai procurou na internet um lugar em Porto Alegre que tivesse atividade de tênis de mesa; acabou encontrando a Sogipa. Entrou em contato e acabou falando com o Jorge que nos avisou que teria um campeonato na semana seguinte. Fiquei muito empolgado e treinei muito naquela semana, achando que eu era um dos melhores de Porto Alegre. Chegando no torneio eu tive aquele choque de ver o quão fraco e longe dos bons atletas eu estava. A partir daí (agosto/ 2012) comecei a treinar marcando o inicio de minha história com o esporte do Tênis de Mesa propriamente dito.

2- Qual o campeonato mais marcante na tua carreira?

Certamente o campeonato mais marcante para mim foi o de Lauro de Freitas/BA. Foi o mais importante por que nele consegui vitórias espetaculares e que jamais imaginei conseguir. Mais ou menos uma semana antes do torneio vi minha chave, nela havia um atleta da seleção Brasileira e o vice campeão Sergipano. Meu primeiro pensamento foi: não posso tomar 11 x 0, torcia para não jogar na mesa 1 para não passar vergonha. Porém consegui a vitória contra esses dois atletas saindo em primeiro da chave. A partir daí meu pensamento mudou radicalmente e passei a acreditar mais no meu desempenho.

3- Quem é o teu ídolo no mundo dos esportes?

Para mim Novak Djokovic é um exemplo de atleta, mas vai além disso, é também um exemplo de vida, sendo certamente meu ídolo. Novak é um atleta completo, sendo carismático, competitivo, honesto e simpático. Tento sempre me espelhar nele, por ele mostrar que os melhores não são aqueles que tem mais sorte, mas sim aqueles mais esforçados, mais guerreiros e que treinam e se dedicam mais.

4- Comente sobre uma edição dos Jogos Olímpicos que foi inesquecível para ti.

A edição mais importante dos Jogos Olímpicos foi certamente a de 2012, em Londres. Isso por que, eu não era muito ligado em esportes antes de iniciar o tênis de mesa. Então, 2012 foi o ano da primeira olimpíada em que eu realmente prestei atenção, e torci para o time do Brasil. Mas creio que o RIO 2016 certamente será inesquecível;

5- Tens um sonho ou objetivo relacionado ao tênis de mesa?

Quando iniciou o ano eu tinha em mente dois objetivos grandes: conquistar a minha vaga nos Jogos Escolares da Juventude e conseguir uma medalha em algum Brasileiro. O primeiro objetivo eu consegui conquistar. A medalha no Brasileiro agora tem mais uma motivação, por ser na nossa terra, Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul. Certamente, com muito treino e dedicação conseguiremos essa medalha.



35 visualizações